A Cervejaria

A Graúna nasceu de cervejeiros caseiros que cultivaram seu incômodo e se impuseram a missão de difundir a cultura cervejeira como ela é. 

Idealizada por três amigos numa garagem com inúmeras geladeiras, sua fundação data de 2019, e sua estreia para o público aconteceu no carnaval de 2020. Ao se depararem com uma pandemia sem precedentes, a instalação da fábrica foi adiada e o foco passou a ser o delivery de latas e growlers e o também recém-inaugurado brewshop na Avenida Jorge João Saad, 339.

O Brewshop

Em operação desde março de 2020, o brewshop da Graúna conta com ampla variedade de maltes-base e maltes especiais, nacionais e importados, lúpulos estadunidenses, europeus e neozelandeses, fermentos para todos os estilos e ferragens para fabricação e serviço de cervejas.

Nosso Manifesto

Somos a Graúna.
Somos, por definição, uma cervejaria. Artesanal, acima de tudo.
Somos artesãos, não somos rudimentares. Mais do que compreender ingredientes e processos, os respeitamos imensamente. Os elevamos ao estado de arte, servidos num copo e, sorvidos, tão logo transformada em sorriso.
Somos, por vocação, idealizadores e fazedores. Enquanto houver ideias na cabeça, haverá calos nas mãos. Enquanto houver ideias, desprezaremos o óbvio.
Somos científicos, estudiosos, curiosos e pragmáticos. Respeitamos protocolos e quebramos regras, cada qual em seu momento.
Somos provocadores por natureza. Somos o chute no paladar acomodado. O momento único e encantador ao degustar a primeira.
Somos a pedra no sapato dos oligopolistas.
Somos, de coração, aquele copo de cerveja artesanal gelada numa mesa rodeada pelos melhores amigos. Somos a tarde que, quando se vê, já é noite. Somos a noite que, quando se vê, já é manhã.
Somos o perfume das flores, o corpo dos grãos, o divino trabalho dos fungos amestrados.
Somos amargos, adocicados, herbais, ácidos, defumados, carbonatados, licorosos, alcoólicos e muito mais. Mas sempre artesanais.
Somos a Graúna, simplesmente Graúna. A cervejaria do seu bairro.